Você me salvou quando eu já tinha desistido de mim

Querido Deus,

Esta é uma carta de agradecimento para o Senhor, que foi Aquele me amou primeiro. Meus olhos já marejam só de procurar as palavras que irei te dizer. Procuro em mim e afundo dentro do peito atrás de versos que digam um pouco daquilo que nem mesma eu entendo, pois apenas sei que é um amor que aqueceu minha alma gelada, que trouxe de volta as esperanças que eu havia perdido pelo caminho e me deu uma nova chance quando eu tive a certeza de que tudo tinha chegado ao fim.

Você me deu recomeços quando eu não me sentia pertencente a lugar nenhum, quando eu estava vagando pelo mundo sem saber quem eu era e do que eu era feita, me sentia tão perdida, tão sem rumo, e a única coisa que o caos não levou foi um pedaço de um coração quebrado que continuava te amando. E foi esse amor que me restaurou quando eu estava desfeita em pedacinhos que se recusavam a serem juntados, porque eu não suportava a ideia de ser eu de novo, com toda aquela tristeza ainda morando em mim, me aprisionando no passado e não me deixando sair dos dias tristes que me derrubaram.

Eu estava olhando para o nada ainda tentando entender o que havia me acontecido, estava assimilando onde eu havia caído e como eu iria me reerguer porque a queda tinha sido de um lugar muito alto. Mas você me estendeu a mão quando ninguém me via escondida no escuro, porque a vergonha, a tristeza, a dúvida e a mágoa fizeram eu me esconder de todos. Porém, você me viu, me acolheu e me chamou pelo nome mesmo eu não aguentando ouvir o som da sua voz.

Eu sei que nunca te mereci. Não era preciso você me reconstruir, me refazer, mas você quis trabalhar em uma obra que outros já haviam abandonado e que muitos nem faziam ideia dos serviços que não tinham sido terminados, porque eu não deixava ninguém saber que eu era na verdade um montão de ruínas prestes a desabar em cima de alguma coisa ou alguém. Mas você viu algum potencial no meio do lixo, parecia que enxergava pérolas onde só havia areia, viu propósitos de vida onde tinha apenas o vento levando outra tempestade.

Parecia que nada de ruim que eu fiz, o problema que eu era e os traumas que eu tinha foram capazes de afastar você de mim. Quanto mais eu ia para longe mais você ia me buscar e como via que eu estava cansada de correr para longe você me trazia nos braços, ainda sussurrando uma canção de ninar que acalmava o tremor do meu corpo e desespero que queria me inundar. Eu só queria me esconder, proteger você de mim, não era justo os seus sacrifícios para me resgatar, eu não merecia as coisas boas que você fazia por mim e era menos digna ainda das promessas que me deu.

Mas não adiantava eu lançar sobre ti os meus temores, questionamentos e enumerar os meus tantos defeitos, você sempre dizia que me amava e que só queria que eu te deixasse entrar na minha vida para me mudar e me fazer uma nova pessoa. Eu não entendia como essa mudança iria acontecer já que eu era um caso perdido, praticamente estava sozinha, sem apoio da família e amigos porque eles não sabiam dos meus problemas, mas você não se assustou com tamanha obscuridade, pois em vez de me condenar você disse que eu seria cuidada e que cada traço de dor sumiria logo.

Você disse que iria apagar da minha mente aquelas lembranças que consumiam minha felicidade e paz, que iria me dar motivos para sorrir e agradecer por estar viva.    Mas eu não sabia como iria acontecer, até não acreditei no começo, mas quando você começou sua obra em mim tudo foi mudando. Aquilo que era cinza ganhou cor, as lágrimas foram dando lugar a gargalhadas, a solidão sendo preenchida por sua presença, e as minhas mãos foram ungidas para falar de ti a pessoas que sofreram de forma semelhante a minha.

Não fazia sentido uma pessoa como eu tão pecadora ser capaz de ser um canal as pessoas, mas você sempre diz que usa aqueles que não são nada para impressionar aqueles que se acham alguma coisa, faz alguém levantar do pó e se assentar com gente de importância. Mas logo eu? Por que eu? Tem certeza de que quer a mim? Tem tanta gente por aí, posso te dar uma lista enorme! Mas você me quer, não é? Mesmo sabendo do meu passado e que continuarei errando no futuro você ainda me escolheu, me chamou e capacitou porque o que eu irei fazer por seu intermédio é algo grande demais, maior do que jamais pude imaginar. E só tenho a agradecer por ter me limpado, curado, restaurado e me ter feito sua para proclamar o seu amor que me salvou quando eu mesma já tinha desistido de mim.

Escrito por: Tatielle Katluryn

Autora do blog www.elajafoiverao.gq

Quer conversar sobre algo que sentiu em relação ao texto? Desabafar, pedir ajuda, receber conselhos? Só entrar em contato pelo meu blog. Ou pelo e-mail katluryn@proseandopoesia.com.br

Comentários

comentários

O medo de se decepcionar novamente pode causar a solidão que machuca e deprime
Textos
0 shares7 views
Textos
0 shares7 views

O medo de se decepcionar novamente pode causar a solidão que machuca e deprime

Tatielle Katluryn - jun 19, 2017

Creio que assim como eu você também não quer ficar sozinho o resto da vida. Você quer que essa fase…

Eu descobri o quanto é bom amar e ser amada
Textos
0 shares12 views
Textos
0 shares12 views

Eu descobri o quanto é bom amar e ser amada

Autores diversos - jun 10, 2017

Me apaixonei. Não é algo que você queira que aconteça, principalmente quando é uma pessoa decidida, difícil, complicada e cabeça…

O que você fez para que eu gostasse de ti tanto assim?
Textos
0 shares18 views
Textos
0 shares18 views

O que você fez para que eu gostasse de ti tanto assim?

Letícia Pontes - jun 10, 2017

Eu acho que gosto de ti. Sim, te gosto e muito! Te gosto tanto, que estou aqui quebrando a minha…