Por que nem sempre relacionamentos bem sucedidos devem ir devagar

Enquanto fazíamos compras no outro dia, de braços dados e rindo, meu namorado e eu fomos perguntados quanto tempo estávamos juntos.

Eu respondi rapidamente ao caixa com um sorriso, “Ah, não muito, só três meses!” Seu rosto instantaneamente ficou completamente pálido e aparentemente sem piscar ela olhou para mim e disse: “é meio rápido para estarem tão encima do outro.”

Era verdade. Nós estávamos namorando a cerca de três meses e a reação imediata da maioria das pessoas foi: “Agora, de um tempo” ou “Não se apresse”. Era como se as pessoas estivessem tentando me dizer que essa felicidade iria passar. Se eu acelerei meu relacionamento, era uma maneira de me cuidar, mas poderia ter sido uma decisão errada.

Em todos os relacionamentos que temos – quer sejam amigos, parentes ou amor – comparamos. Nós comparamos a duração da relação com os nossos amigos. Comparamos quantas datas passamos antes de dizer a bomba das três palavras: “Eu te amo”. Comparamos a suposta felicidade dos outros em selfies de casais bonitos que vemos no Instagram e no Facebook.

Mas, convenientemente nos esquecemos de nossa própria felicidade, ao comparar nossos relacionamentos com aqueles que idealizamos como “perfeitos”. Criamos cronogramas que podem ou não ser propícios à nossa própria felicidade.

Dizemos: “Eu te amo”, quando pensamos que a outra pessoa está pronta para isso, mas simplesmente não dizemos o quanto sentimos. Viver em regras que a sociedade cria para nossas relações pessoais e afetivas impede o crescimento em um relacionamento, e não permite a verdadeira sinceridade que deve haver em um casal.

Antes de decidir se um relacionamento está indo muito rápido para você, não pense nele como um relacionamento romântico. Nós nunca pensaríamos em uma amizade que temos com a nossa melhor amiga, ou nossa irmã como “indo rápido demais”, por isso não coloque pressão indesejada em si mesma se você acha que o relacionamento está fora dos padrões. Nenhum relacionamento é o mesmo, não importa quantas fotos de casais no Instagram você vê, você nunca vai encontrar um par que irá se igualar a você e seu queridinho ídolo das redes sociais.

Então defina o seu próprio normal.

Se vocês dois não tiverem uma conexão instantânea do tipo Romeu&Julieta (tirando seu fim trágico), deixa rolar. Não pense que só porque sua melhor amiga disse: “Eu te amo”, para seu o namorado depois de seis meses, que você estará levando o seu relacionamento para ruína se você fizer isso após dois meses. As pessoas sempre ignoram o fato de que não há regras quando se trata de amor. Tem apenas de ser confortável e honesto o suficiente para dizer como você se sente.

Dito isso, não pare para pensar nisso. Há tantas coisas para parar pra pensar, e os relacionamentos são definitivamente diferentes para cada tipo de pessoas. Pare. A fim de ter uma parceria bem sucedida com a pessoa que você ama, você tem que estar disposto a ser apenas você mesmo no relacionamento.

Nunca tente regrar seu relacionamento com base no tempo dos outros porque pode ser exatamente o mesmo jeito que seu amante está se sentindo. Saiba que, mesmo que você tenha medo de ser vulnerável ou nervosa sobre seus sentimentos, a conversa é fundamental para saber com precisão para onde seu relacionamento está indo.

Quando saímos da loja, percebi que embora a caixa estivesse confusa com o ritmo rápido do nosso relacionamento, ela reconheceu no começo a nossa felicidade visível. E não importa se foram cinquenta ou três meses, todos nós precisamos da nossa outra metade para fazer crescer a nossa felicidade.

Missy Amato
Why Successful Relationships Don’t Always Have to Take It Slow

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Comentários desligados
Alfredo Barbosa

Tradutor oficial da Prosa e poesia e designer certificado pela Adobe. Encontrou algum erro de tradução? Colabore com a tradução.

×