A pessoa certa na hora errada

Você está sozinho, desiludido da vida, desconfiado, se convenceu que esse papo de amor não é para você. Está aproveitando a fase de solteiro, saindo, curtindo a família, os amigos, os estudos. É o seu momento. Prometeu a si mesmo que vai ficar só.

Mas aí você conhece alguém e sem perceber essa pessoa vai se tornando especial. As mensagens dela se tornam importantes, os sorrisos dela convidam os seus e aquele olhar, ah, aquele olhar desperta algo que você mesmo julgou estar morto. E então esse sentimento lhe diz: Eis a pessoa certa! Que te faz especial, telefona sem hora marcada, não consegue esconder aquele ciúmes e tem o dom de fazer você parar no tempo.

Mas que hora para aparecer, não? Por que não antes? Quando se tinha um coração mais leve, sem traumas, quando se tinha sonhos para viver a dois. Tudo isso traz a tona o dilema: Abrir mão de uma vida solitária, mas segura, ou dar uma nova chance às incertezas do amor?

A pessoa certa, às vezes, aparece na hora errada, talvez, para mostrar que não existe hora certa para amar. Pois o tempo certo quem faz somos nós.

Autor: Marcos Bulhões

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Encontrou erro em alguma publicação ou gostaria de fazer alguma sugestão para o nosso blog? Entre em contato conosco.