A pessoa certa na hora errada

Você está sozinho, desiludido da vida, desconfiado, se convenceu que esse papo de amor não é para você. Está aproveitando a fase de solteiro, saindo, curtindo a família, os amigos, os estudos. É o seu momento. Prometeu a si mesmo que vai ficar só.

Mas aí você conhece alguém e sem perceber essa pessoa vai se tornando especial. As mensagens dela se tornam importantes, os sorrisos dela convidam os seus e aquele olhar, ah, aquele olhar desperta algo que você mesmo julgou estar morto. E então esse sentimento lhe diz: Eis a pessoa certa! Que te faz especial, telefona sem hora marcada, não consegue esconder aquele ciúmes e tem o dom de fazer você parar no tempo.

Mas que hora para aparecer, não? Por que não antes? Quando se tinha um coração mais leve, sem traumas, quando se tinha sonhos para viver a dois. Tudo isso traz a tona o dilema: Abrir mão de uma vida solitária, mas segura, ou dar uma nova chance às incertezas do amor?

A pessoa certa, às vezes, aparece na hora errada, talvez, para mostrar que não existe hora certa para amar. Pois o tempo certo quem faz somos nós.

Autor: Marcos Bulhões // Elucubrações

Comentários

comentários

É normal não estar bem, mas você não está sozinho
Textos
0 shares7 views
Textos
0 shares7 views

É normal não estar bem, mas você não está sozinho

Felipe Carvalho - jul 19, 2017

Quando o mundo cai ao seu redor, muitas vezes a gente perde o senso de direção, e fica difícil saber…

Era para ser você e eu, mas não foi
Textos
0 shares8 views
Textos
0 shares8 views

Era para ser você e eu, mas não foi

Felipe Carvalho - jul 19, 2017

Eu me apaixonei loucamente, cheguei até a pensar que teria o meu final feliz. Você e eu acabaríamos juntos e…

Nunca decida nada, ao menos que esteja sentindo algo realmente verdadeiro
Textos
0 shares10 views
Textos
0 shares10 views

Nunca decida nada, ao menos que esteja sentindo algo realmente verdadeiro

Felipe Carvalho - jul 19, 2017

Já passei por muita coisa nesse negócio de namoro. Mas nem todas essas experiências foram bacanas, muitas delas vou deixar…