Ela só quer saber o porquê de sua existência

Só essa semana ela já pensou em desistir umas doze vezes. Pensou nas pessoas que não sentiriam sua falta, em quantas lágrimas falsas iam ser derramadas, a forma gradativa que os mais próximos iriam esquecê-la, eles iam seguir em frente em poucos meses, a dor passaria sem precisar de remédio, e tudo voltaria a ser o que era antes, já que ela sentia que sua existência era insignificante e não iria mudar a direção de um único raio de Sol sequer.

Fugir não era uma solução viável, já que o problema não era os outros e sim ela mesma, iria se encontrar aonde quer que fosse se esconder. Ela até tentou se animar, comprou um vaso de planta e nele botou uma semente de margarida com terra, adubo e água, mas viu que não tinha paciência para esperar crescer, também tinha medo de ver aquela flor e se constranger com sua beleza. Queria ver algo vivo nascer, se desenvolver e dizer a ela que o mundo ainda é bonito.

Aguardou ligações dos antigos amigos, visitou lugares que costumava gostar, releu aquilo que a emocionou, mas nada lhe trouxe riso. Queria sentir arrepios, sorrir até a barriga doer, chorar emoções puras, porém se viu vazia novamente, querendo uma âncora para se firmar no chão porque o vento a levava para todo lugar. Estava com medo de dizer para alguém o que sentia, falar que está infeliz, não quer continuar a fazer o que não lhe agrada, que já cansou de buscar a independência e se vê só porque dizem que assim se conquista mais. Senti que não faz nada que a deixe orgulhosa, uma coisa que lhe tire do chão e dê asas, não quer se contentar com o que tem porque é pouco demais para ela.

Mas como sair do labirinto? Está dando voltas e não acha uma saída. Mais uma vez se viu perdida, está cansada demais para continuar correndo, não sabe o caminho, espera que alguém mostre o lugar que deve ir onde encontrará a si mesma e o motivo de sua existência. Olhou para o céu e esperou ouvir alguma coisa, queria respostas, consolo e risos. Estava tão agarrada ao mundo que não conseguia enxergar um propósito maior, sua visão limitada ia até a porta da universidade, do trabalho, da igreja no dia do casamento. Não conseguia imaginar nada mais, uma coisa que fosse só dela e fizesse sentido apenas para ela mesma, aquele algo que só acontece se ela se mover e fizer a coisa certa.

Ela acha que está enlouquecendo ao se preocupar com o que é pequeno e invisível, mas não deixa de pensar no futuro e o que será dela daqui a pouco. Será feliz? Terá a formação acadêmica que condiz com sua mente? Encontrará, ou será encontrada, pela pessoa que lhe dará um anel de noivado? Ganhará muito dinheiro? Terá bons amigos? Viajará á Londres? Conhecerá seu escritor favorito? Então ela dá um tapa no próprio rosto e lembra-se que está novamente tomando o mundo nos braços e deixando para lá o que realmente importa. Somos estrangeiros nesse planeta azul, nada aqui dura, nada aqui é para sempre, tudo muda, vai embora, desbota, acaba, morre. Não pode juntar riquezas aqui, precisa buscar o Reino dos Céus antes de tudo.

Sabemos que a Terra está sendo destruída, vemos o quanto o homem é mal ao destruir a vida dos outros como se ninguém mais fosse humano. Para que ganhar esse mundo para si? Por que perder sua alma? Sua salvação? Sei que precisamos sobreviver, ir atrás de alimento, de providencias para pagar as contas, praticar o lazer de vez em quando, mas não podemos fazer disso nosso modo de existência, não podemos nos esquecer de Deus e seus propósitos para cada um de nós.

Estamos enlaçados numa sociedade que vive em ciclos, desde a infância á velhice estamos fadados a corresponder as expectativas do capital como se fossemos máquinas. Crescer, amar, reproduzir, e mais o que? O te move? O que enche teus olhos de lágrimas? No fundo ela sabe que a vida vai além daquilo que é mostrado na televisão, nos sites, nas redes sociais, nas revistas. A certeza é tão grande, tão absurda, que ela sente um vazio tremendo que está quase a engolindo, ela tem medo da depressão, tem medo do suicídio, mas menina você é mais forte do que tudo isso, existe um Deus que te vê no secreto e que está esperando você se abrir a Ele e pedir socorro, sua direção e motivos para ficar bem, para se sentir finalmente viva.

Corra para os braços de Deus e Nele encontre a razão da sua vida. Corra logo, o tempo está se esgotando, o Rei está voltando, corre, deixe seus cabelos lamberem o vento, seus pés voarem sobre o chão, corre, vai logo, escuta bem o que Ele vai te dizer, ouça com atenção, obedeça aos seus conselhos. Ele te espera.

Escrito por: Tatielle Katluryn

Autora do blog www.elajafoiverao.ga

Quer conversar sobre algo que sentiu em relação ao texto? Desabafar, pedir ajuda, oração, receber conselhos? Só entrar em contato pelo blog. Ou pelo e-mail katluryn@proseandopoesia.com.br

Comentários

comentários

Eu não lamento por te deixar
Textos
0 shares3 views
Textos
0 shares3 views

Eu não lamento por te deixar

Alfredo Barbosa - jun 27, 2017

Assim como qualquer mulher jovem, tenho padrões, padrões muito elevados. Jamais me lamentei por isso, principalmente quando você pensa que…

Se você se sentir caindo aos pedaços, leia isso
Textos
0 shares2 views
Textos
0 shares2 views

Se você se sentir caindo aos pedaços, leia isso

Alfredo Barbosa - jun 27, 2017

Acredite, não que o mundo seja cruel ou esteja implicando com alguém, as pessoas que acham assim. Eu entendo, está deprimido, triste…

Sobre o amor nos dias de hoje: É mais fácil descartar do que reacender.
Textos
0 shares7 views
Textos
0 shares7 views

Sobre o amor nos dias de hoje: É mais fácil descartar do que reacender.

Thamilly Rozendo - jun 26, 2017

Recentemente o meu celular deu um problema e eu resolvi levá-lo a assistência. Depois de alguns dias tive o retorno…