Não era pra ser ou você não quis?

O “não era para ser” transformou-se na desculpa perfeita dos covardes. A mentira mais utilizada quando se quer transferir responsabilidades. Não era para ser. Pronto. O argumento acaba com a paciência de quem espera uma resposta honesta. Seria sensato dizer “eu não quis”. Mas o “não era para ser” é o refúgio favorito dos que não assumem as próprias decisões.

Continue lendo →

A garota que me apaixonei no inverno

Ela era palavras perdidas no sussurro de uma fria estação.

Seus lábios histórias não contadas, pintados com as últimas pétalas das rosas que se perderam na neve. Sua pele era o frio, mas também o aconchego da estação partida. Os cabelos fartos tinham a cor da madeira, o calor da lareira. Eram longos e fartos como galhos de árvores numa selva de gelo, mas suaves como uma folha se despedindo do vento.

Continue lendo →

A vida sob a visão de alguém ansioso

Se você nunca passou por isso, provavelmente não vai entender quando a ansiedade tomar conta da sua mente e consequentemente do seu corpo, a vontade é de fazer muitas coisas, eu até me preparo, me organizo, coloco alarme no celular, faço lista, mas o desespero de não conseguir cumprir tudo o que havia planejado, de não ter disciplina, te apavora, te corrói e no final você termina sem fazer nada.

Continue lendo →